Observatório de Coletivos Culturais da Periferia de São Paulo

 

Este projeto tem como objetivo construir um observatório das iniciativas de coletivos culturais periféricos na cidade de São Paulo, em particular os fomentados por programas oficiais da prefeitura municipal, verificando os processos de comunicação construídos por estas experiências e as relações institucionais desenvolvidas por estes grupos com organismos oficiais e as comunidades onde atuam.

Os conceitos teóricos utilizados são de cultura das classes subalternas e mediações culturais desenvolvidos por pesquisadores latino-americanos de matriz gramsciana. Serão levantados dados oficiais dos projetos do VAI da Prefeitura Municipal de São Paulo e serão mapeados essas iniciativas, especialmente nas Zonas Leste e Sul da cidade de São Paulo. A partir destes dados compreender como esses coletivos culturais se articulam em seu território, como formam suas redes culturais e de ação e avaliar  o impacto do  programa VAI nessas ações culturais.

O projeto é coordenado pelo Prof. Dr. Dennis de Oliveira e é executado por uma equipe de pesquisadores composta pelos Professores Ms. Maíra Carvalho de Moraes, Ms. Juliana Salles de Oliveira, especialista Larissa Scarpelli e graduando Alisson William Santana. Dentre os produtos desse projeto de pesquisa estão a divulgação de dados estatítiscos sobre os projetos contemplados pelo programa VAI de 2006 a 2016.

E a partir desses dados realizar o mapeamento dessas redes culturais. A paltaforma também exibirá as iniciativas culturais desses grupos, além de produzir um vídeo com as principais entrevistas qualitativas com produtores e gestores culturais da periferia. 

 

 

 

Público Alvo

Interessados em pesquisa de ciências sociais Aplicadas

 

Os produtores e gestores culturais das regiões Sul e leste de São Paulo vivem em territórios com  baixos indices de desenvolvimento, expondo a face da desigualdade econômica e social da cidade de São Paulo. Além disso, são  regiões de grande concentração da população negra paulistana, que apesar das dificuldades empreendem uma diversidade de projetos e iniciativas culturais. Diante desse cenário, a análise desses coletivos eprmitirá compreender como funcionam essas redes de solidariedade e ação na periferia, e verificar como as políticas públicas alcançam esses grupos. 

Endereço

Rua Prof. Lúcio Martins Rodrigues, 443, Bloco 08
Erro | CELACC USP

Erro

Ocorreu um erro inesperado no site. Por favor tente novamente mais tarde.